Home > Resumos das Novelas > Resumo de A Terra Prometida 16/01 a 20/01/2017

Resumo de A Terra Prometida 16/01 a 20/01/2017

Confira o resumo semanal da novela  “A Terra Prometida” – Record – de 16 a 20 de janeiro 

Capitulo 139, segunda-feira, 16 de janeiro

Zareg fala que Bogotai não deve pensar em fazer vingança contra Finéias neste momento. O mensageiro do reino de Gibeão tenta localizar Zareg no palácio de Adonizedeque. Mireu avisa que os nobres foram vistos fazendo compras de roupas velhas na taberna de Ula. O rei de Jerusalém avisa que é necessário descobrir o motivo. Josué e Aruna jantam na tenda de Quemuel, Samara fica com ciúmes. Raabe fala que Mara pode ser a culpada pelo ataque leproso. Samara fala que irá acabar com a felicidade de Aruna. Úrsula não confia no rei Zareg. Mantendo o disfarce, Zareg, Racal e Bogotai fingem estar gostando da companhia dos hebreus. Adonizedeque pede que Mireu refaça o caminho de Zareg. Ula fala que não sabe o paradeiro dos nobres. Léia fica desesperada após ter um pesadelo, Quemuel ampara ela e declara-se para sua esposa. Aruna agradece Yana por seus conselhos. Eleazar com Bogotai sobre Finéias. Samara fala com Tobias e diz que é necessário acabar com Yana. Adonizedeque recebe Hoão, rei de Hebrom, e também o monarca de Laquis, Jafiá, eles planejam dizimar o povo hebreu. Zareg finge-se de bom moço e agradece pela hospitalidade de Josué. Racal flerta com Mara. Adonizedeque, Hoão e Jafiá entram em um acordo e comemoram pela aliança. Elias demonstra-se interessado em Láis. Léia dá conselhos para Samara esquecer Aruna. Adonizedeque fala para Abul que acabará com o exército de Israel. Otniel vê Bogotai falando com Acsa e o chama para treinar. Raabe chama Salmon para poder interpelar Mara. Samara reclama dá postura adotada por Léia com relação a Quemuel. Adonizedeque escuta falarem de Ula e decide se disfarçar e ir na taberna junto aos outros reis. Bogotai começa a pegar pesando com Otniel em seu treinamento. Zaqueu questiona a violência adotada pelo estrangeiro. Adonizedeque corteja Ula. Hoão e Jafiá reconhecem a moça e fazem reverência para rainha. Orias cuida de Milah. Raabe e Salmon fazem perguntas para Mara sobre o ataque do leproso, a vilã nega, porém, destrata a cananeia, Raabe começa a passar mal e fala que seu bebê está nascendo.

Capitulo 140, terça-feira, 17 de janeiro

Salmon leva Raabe correndo para tenda deles e corre para chamar Darda. Junto com Chaia e Yana, a curandeira tenta realizar o parto, Raabe grita de dor, Darda avisa para Yana que será um parto muito complicado. Zaqueu vai relatar o acontecido no treinamento à Josué e Calebe, ele diz que Bogotai usou grande agressividade e quase feriu Otniel. Josué pede que ele permaneça de olho no estrangeiro. Aruna chega e fala que o bebê de Raabe e Salmon está para nascer. Mireu e Adonizeque ficam pasmos diante dos reis que conseguiram reconhecer Ula como rainha. Lina fala que não tem dúvidas de que Ula realmente é a rainha de Ai. Adonizedeque pede para o general preparar o palácio para que possa receber a rainha e suas histórias, ele pega na mão de Ula e lhe dá um beijo delicado, Mireu sente ciúmes. Josué e Aruna chegam na tenda de Salmon, que está aguardando por notícias do parto. Aruna e Yana incentivam Raabe, enquanto isto, Darda e Chaia tentam realizar o parto, o bebê não nasce e Raabe começa a perder seus sentindos, ela grita de dor e pede a Deus por ajuda. Com amparo de Josué, Salmon fica emocionado ao escutar o choro da criança, ele dá o nome de Boaz ao seu filhos. Orias ampara Milah. Um leproso alerta que Orebe está mal. Samara fala para Léia que será necessário tirar a vida de Yana. Léia proíbe que seus filhos façam algo contra a mãe de Aruna. Haniel permanece tomando banho por várias horas. Léia diz para Samara que a alguns anos tentou matar Yana e sempre achou que ela estava morta. Samara fala que poderá terminar o serviço mal feito, mas Léia diz que sentiu-se aliviada com o retorno de Yana, pois carregou a culpa de sua morte por muito tempo, Samara fala que a mão já pode considerar ela morta, deixando Léia pasma com o que escuta.



Capitulo 141, quarta-feira, 18 de janeiro

Orgulhosos, Salmon e Raabe, apresentam seu filho para Aruna e Josué, este, pega o bebê e fala que ele irá se tornar valente e forte. Mireu, triste, diz entender porque Ula jamais lhe deu uma chance e fala que Adonizedeque conseguiu em apenas um dia encantou-se por ela. Orias fala que perdoa Orebe. Jéssica entristece ao descobrir que o filho de Salmon com Raabe nasceu. Josué procurar por Zareg e pergunta sobre a atitude de Bogotai no treinamento. Com cara de apaixonado, Iru dá consolo para Jéssica. Pedael dá conselhos para Elias ir atrás de Laís e agarrá-la. Mireu descobre que Zareg foi junto a outros nobres para Gigal. Acsa admira Otniel. Maquir desculpa-se com Rune, que fica desconfiado. Iru revela que terá uma convidada para jantar. Samara fala para Tobias que a morte de Yana não poderá demora mais do que aquela noite, ele concorda, mas fala que irá precisar de ajuda para vingar-se de Zaqueu, eles se abraçam, cúmplices. Rune e Livana conversam sobre a atitude de Maquir. Elias recebe um tapa ao tentar beijar Láis. Sara vê a moça chegando nervosa na cozinha coletiva e oferece um pouco de chá a ela. Iru leva Jéssica para jantar em sua tenta, mas acaba ficando envergonhado com os mimos de seus familiares. Samara finge um tropeço e derruba água fervente em Láis, ela pede desculpas e fala que irá chamar Darda para ajudar, a curandeira vai socorrer a moça e Yana fica na tenda sozinha. Acsa diverte-se com o constrangimento do irmão. Mireu consegue ver Zareg, Recal e Bogotai infiltrados entre os hebreus. Jogli repara no cananeu e faz alerta aos depois, porém Mireu consegue fugir. Sorrateiro, Tobias vai na tenda de Darda afim de matar Yana, ele percebe que ela está perto de uma tina de água lavando seu rosto e então empurra a cabeça dela, que começa a se afogar.

Capitulo 142, quinta-feira, 19 de janeiro

Léia chega e se assusta quando se depara com o filho tentando matar Yana, ela corre e ordena para que pare, Tobias vai embora. Yana fica desacordada. Láis agradece a Darda por seus cuidados. Yana acorda e fala que Léia salvou sua vida. Tobias encontra Samara e lhe diz que Léia apareceu no momento do crime. Salmon e Raabe cuida de seu bebê. Na caverna dos leprosos, Milah lamenta pela morte de Orebe. Yana, junto a Léia, conta sobre o ataque para Josué e Aruna, Léia revela sua decepção com os filhos. Aruna conforta Yana. Ula fala com Lina e diz que os reis são homens normais. Adonizedeque fala com Abul e diz sobre o interesse dele por Ula. Josué questiona se Zareg tem algo a ver com ataque que Yana sofre, mas o falso andarilho nega ter se envolvido no incidente. Jogli tenta achar o líder de Israel e fala que um cananeu foi visto observando o acampamento. Finéias explica sobre o tabernáculo para Bogotai, que finge estar interessado. Mireu retorna para o palácio e avisa que Zareg está infiltrado em Gilgal. Adonizedeque se sente traído. Racal fala que tem interesse em Mara. Zareg alerta sobre o perigo de envolver-se com uma hebreu. Elias reclama com Pedael pelo mal conselho. Ruth anuncia que espera outro filho de Boã. Adonizedeque ordena que Mireu leve um recado escrito em um papiro para Josué. Antes de partir, Mireu declara-se para Ula.

Capitulo 143, sexta-feira, 20 de janeiro

Elias desculpa-se com Laís. Adonizedeque ordena que lhe tragam Ula no palácio. Elias convida Laís para jantar. No palácio, Adonizedeque pede que Ula vá se vestir como uma rainha. Jéssica fala com Mara e diz não querer fazer mal para ninguém, a vilã reclama pela falta de coragem que Jéssica tem e a chama de fraca. Ula aparece na sala do trono, deslumbrante, o rei admira ela e pede que ela fale para ele uma de suas histórias. Recal dá em cima de Mara, porém ela pede mais respeito a ele. Josué pede que Zareg lhe fale detalhes da sua viagem até o acampamento. Mireu chega até Gilgal. Orias ora para Deus pedindo para que ajude Milah. Adonizedeque e os nobres vibram pelas histórias que Ula conta. O rei pede que ela retorne ao palácio sempre que for chamada, ele vai até o quarto para conversar com suas prisioneiras, ele diz o seu interesse por Ula e finge que as ouve, ele esbraveja com a Rainha e Rainha-mãe, até que se revelam os cadáveres delas vestidos, revelando assim que Adonizedeque está completamente louco.