Com boas médias de audiência até o meio do ano de 2016, o “Casos de Família”, eterno destaque das tardes do SBT entrou em uma curva decrescente de audiência na emissora há pouco mais de um ano.

Desde a estreia do “Fofocalizando”, em agosto de 2016, que o programa comandado por Christina Rocha, juntamente as novelas da tarde, começaram a ser empurrados para um melhor ajuste de horário da atração de fofocas.

Um ano e um mês depois, o programa continua em baixa e segue prejudicando as atrações seguintes, fazendo o SBT perder o segundo lugar para a Record em uma faixa que até 2016 era a de maior diferença entre as emissoras.

Prejudicado, o “Casos” despencou no ibope ao receber  em terceiro lugar da atração antecessora. Porém, nos últimos dias o vespertino tem ensaiado uma leve recuperação, voltando a brigar pelo segundo lugar, apesar da baixa recepção que sofre do programa de fofocas.

Na última sexta (22), das 15h59 às 16h59, o programa comandado por Christina Rocha marcou 4,8 pontos de média, 11% de share e 6 pontos de pico. Na mesma faixa horária a Record TV marcou 4,6 pontos com a transmissão da novela “Bicho do Mato” e dos primeiros minutos do “Cidade Alerta”.

Comentários