Home > Destaques > Cinco motivos para a Rede Globo reprisar “Senhora do Destino”

Cinco motivos para a Rede Globo reprisar “Senhora do Destino”

Senhora do Destino: Globo escala sucesso de Aguinaldo Silva para o “Vale a Pena Ver de Novo”

O SOBRETV apresenta cinco motivos para a Rede Globo apostar na reprise de Senhora do Destino no “Vale a Pena Ver de Novo”.

1 – A abertura da trama

A novela de Aguinaldo Silva conquistou o público e marcou época. A abertura da trama era um evento a parte. Ao som de ‘Encontros e Despedidas’, na voz de Maria Rita, mostrava uma espécie de panorama de ligações humanas representadas entre imagens preta e branca ou coloridas.

2 – Cenas marcantes que emocionam o público

Uma das cenas mais simbólicas da novela é aquela em que a jovem Maria do Carmo, interpretada por Carolina Dieckmann na primeira fase, dá banho em sua filha no Rio São Francisco. Ficou como uma marca da novela. Mas a cena mais emocionante da trama é o reencontro entre Maria do Carmo (Susana Vieira) e Lindalva (Carolina Dieckmann), sua filha sequestrada. No primeiro momento, Maria do Carmo não pode revelar que é sua mãe.

Maria do Carmo e Lindalva em "Senhora do Destino"

3- O senso de humor, as provocações e a autoestima da vilã Nazaré Tedesco

Um dos pontos altos da trama de Aguinaldo Silva é o trabalho de Renata Sorrah como a vilã Nazaré Tedesco. A megera entrou para a história da dramaturgia nacional como uma das maiores vilãs de todos os tempos.

A vilã provocava risadas com seus xingamentos, entre outras expressões, ela se referia a Maria do Carmo como “anta nordestina”, chamava Cláudia (Leandra Leal) de “songa monga” e Josivaldo (José de Abreu) de “flageladão”.

Nazaré também fazia o público rir nas cenas em que se autoelogiava diante do espelho. Entre suas pérolas, dizia frases como: “Gostosa! Impressionante como o tempo só te valoriza”, “Eu nasci linda e loira. Uma alemãzona!”, “Loiraça gostosa, gostosona, bocão. Ah, se eu te pego!, “Você é má…maravilhosa!”, “Eu sou boa pra dedéu”, “Raposa linda, loira e felpuda”, “Quando crescer quero ser que nem você, Nazaré Tedesco”.

Senhora do Destino: a vilã Nazaré Tedesco

4- O acerto de contas entre Maria do Carmo e Nazaré Tedesco

Um dos capítulos mais esperados do público era o acerto de contas entre Maria do Carmo e Nazaré Tedesco. A retirante nordestina não poupou a vilã por ter sequestrado sua filha e deu surra em Nazaré. Na exibição original, o capítulo bateu um dos recordes de audiência da trama.

Senhora do Destino: A briga entre Maria do Carmo e Nazaré Tedesco

5- Crimes na escada

Até o próprio marido a Nazaré teve coragem de matar. Após 25 anos, José Carlos Tedesco (Tarcísio Meira) descobriu que ela havia sequestrado Lindalva e para ele não revelar nada a ninguém, a megera o matou, jogando-o escada abaixo. A escada da casa da vilã Nazaré Tedesco e sua tesoura viraram símbolos da sua personalidade psicótica.

Quem também teve um final trágico foi Djenane (Elizangela). A moça era amiga de muito tempo de Nazaré, mas durante uma discussão entre as duas, a megera a jogou pela mesma escada em que seu marido havia sido assassinado. E para piorar, a vilã ainda teve a cara de pau de dizer que a amiga estava roubando joias de sua casa.

Senhora do Destino: os crimes na escada